quinta-feira, 27 de maio de 2010

De repente do riso fez-se o pranto

Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto
De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama
De repente não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente
Fez-se do amigo próximo, distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente

Soneto De Separação

Vinicius de Moraes






Esses últimos meses muita coisa aconteceu, mas se tratando de coração foram as mais possiveis situações e dentre elas 2 pedidos de namoro, porém recusados.As pessoas me perguntam" vc recusou?? /não é isso que queria, encontrar alguém/olha o tempo tá passando...." as mais variadas justificativas para o tão esperado sim, foram surgindo porém nada o suficiente para mudar a minha resposta.Sei que tenho preferido ficar só, é um momento talvez necessario para que  eu possa "lavar a minha alma" o tanto  quanto for preciso e assim esteja "preparada ".Uma visão um tanto quanto racional, mas é justamente essa palavra que contempla meu atual estado de espirito.



"se o meu sorriso mostrasse o fundo de minha alma...muitas pessoas ao me verem sorrindo...chorariam comigo..."
Há um brilho de faca

Onde o amor vier
E ninguém tem o mapa
Da alma da mulher...
Ninguém sai
Com o coração sem sangrar
Ao tentar revelar
Um ser maravilhoso
Entre a Serpente
E a Estrela...
Um grande amor do passado
Se transforma em aversão
E os dois lado a lado
Corroem o coração...
Não existe saudade
Mais cortante
Que a de um

Grande amor ausente
Dura feito um diamante

Corta a ilusão da gente...
Toco a vida prá frente
Fingindo não sofrer
Mas o peito dormente
Espera um bem querer
E sei que não será surpresa
Se o futuro me trouxer
O passado de volta



Não entendo essa ligação que ainda temos, mesmo longe, sinto coisas que não consigo explicar, sempre referentes a vc e materializadas por vc, atraves dessa sua mania de querer esta perto de mim,impulsionada por essa saudade.... não sei até quando viveremos assim.Não preciso que alguém me conte ou me confirme, simplesmente eu sei, eu sinto assim como vc, talvez essa mágoa que corroe meu coração te deixe tão assim  "sem equilibrio", mas quero que entenda o quanto tb é dificil pra mim.Ontem na hora que vc me ligou, comentava com alguem exatamente sobre isso e tentava definir o que me inquietava , sabia que se relacionava a vc e  mais uma vez tive essa certeza.... pq tudo isso não sei, mas espero obter a resposta quem sabe um dia....

terça-feira, 25 de maio de 2010

Eu tava triste
Tristinho!
Mais sem graça
Que a top-model magrela
Na passarela
Eu tava só
Sozinho!
Mais solitário
Que um paulistano
Que um canastrão
Na hora que cai o pano
Tava mais bôbo
Que banda de rock
Que um palhaço
Do circo Vostok...
Mas ontem
Eu recebi um Telegrama
Era você de Aracaju
Ou do Alabama
Dizendo:
Nêgo sinta-se feliz
Porque no mundo
Tem alguém que diz:
Que muito te ama!
Que tanto te ama!
Que muito muito te ama,
que tanto te ama!...
Por isso hoje eu acordei
Com uma vontade danada
De mandar flores ao delegado
De bater na porta do vizinho
E desejar bom dia
De beijar o português
Da padaria...
Hoje eu acordei
Com uma vontade danada
De mandar flores ao delegado
De bater na porta do vizinho
E desejar bom dia
De beijar o português
Da padaria...
Mama! Oh Mama! Oh Mama!
Quero ser seu!
Quero ser seu!
Quero ser seu!
Quero ser seu papa!...
Eu tava triste
Tristinho!
Mais sem graça
Que a top-model magrela
Na passarela
Eu tava só
Sozinho!
Mais solitário
Que um paulistano
Que um vilão
De filme mexicano
Tava mais bôbo
Que banda de rock
E um palhaço
Do circo Vostok...
Mas ontem
Eu recebi um Telegrama
Era você de Aracaju
Ou do Alabama
Dizendo:
Nego sinta-se feliz
Porque no mundo
Tem alguém que diz:
Que muito te ama!
Que tanto te ama!
Que muito te ama!
Que tanto, tanto te ama!...
Por isso hoje eu acordei
Com uma vontade danada
De mandar flores ao delegado
De bater na porta do vizinho
E desejar bom dia
De beijar o português
Da padaria...
Hoje eu acordei
Com uma vontade danada
De mandar flores ao delegado
De bater na porta do vizinho
E desejar bom dia
De beijar o português
Da padaria...
Me dê a mão vamos sair
Prá ver o sol!
Mama! Oh Mama! Oh Mama!
Quero ser seu!
Quero ser seu!
Quero ser seu!
Quero ser seu papa!...
Hoje eu acordei
Com uma vontade danada
De mandar flores ao delegado
De bater na porta do vizinho
E desejar bom dia
De beijar o português
Da padaria...
Mama! Oh Mama! Oh Mama!
Quero ser seu!
Quero ser seu!
Quero ser seu!
Quero ser seu papa!...
Me dê a mão vamos sair
Prá ver o sol!

Telegrama



Zeca Baleiro

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Ao mesmo tempo que te amo, te odeio e apesar dos teus pedidos de perdão , sem saber o que é certo, prefiro me manter assim, só, não quero ferir ninguem com  uma coisa que diz respeito a nós dois.O resultado disso tudo é meu medo.Não existe ainda um pedido teu de perdão  que apague da minha memória as  suas cruéis mentiras , so de lembrar  sinto vontade de chorar.Sei que errei inúmeras vezes mas nada se compara a dor provocada pelos teus atos.Me pergunto hj, como posso ser amiga de alguem que sempre me disse ser o amor da  minha vida e que quase destruiu os sonhos que so pra vc eu tive coragem de contar.Te mostrei uma Fernanda que quase ninguem conhece e vc sabe disso.É dificil pra mim atender esse teu pedido, essa tua vontade de está próximo de mim, fiz  tantas coisas pra te agradar que simplesmente vc não ligou.Dessa vez vou pensar naquilo que é bom pra mim , cuidar dessa Fernanda que ta aqui  dentro e prepará-la a pessoa certa.....

PS:não fiz nova leituraa
Eu desço dessa solidão

Espalho coisas sobre
Um Chão de Giz
Há meros devaneios tolos
A me torturar
Fotografias recortadas
Em jornais de folhas
Amiúde!
Eu vou te jogar
Num pano de guardar confetes
Eu vou te jogar
Num pano de guardar confetes...
Disparo balas de canhão
É inútil, pois existe
Um grão-vizir
Há tantas violetas velhas
Sem um colibri
Queria usar quem sabe
Uma camisa de força
Ou de vênus
Mas não vou gozar de nós
Apenas um cigarro
Nem vou lhe beijar
Gastando assim o meu batom...
Agora pego
Um caminhão na lona
Vou a nocaute outra vez
Prá sempre fui acorrentado
No seu calcanhar
Meus vinte anos de "boy"
That's over, baby!
Freud explica...
Não vou me sujar
Fumando apenas um cigarro
Nem vou lhe beijar
Gastando assim o meu batom
Quanto ao pano dos confetes
Já passou meu carnaval
E isso explica porque o sexo
É assunto popular...
No mais estou indo embora!
No mais estou indo embora!
No mais estou indo embora!
No mais!...


Chão de Giz



Zé Ramalho


De repente ao lembrar de vc, comecei a chorar,acho que pelas lembranças ruins que me impedem de te ver .Queria expulsar todo esse negativismo que surge quando me recordo de vc, sei que as vezes é dificl para ambos, mas matenho-me distante para ser forte, na vida nem tudo são flores, amores vem e vão, mas antes que eu comece algo novo, tenho que curar ou quem sabe entender muita coisa aqui dentro.Sorrir é muito fácil, principalmente quando se quer fazer o outro feliz, sorrir para esconder uma dor, as dores que ficam daquilo que te fez mal.Tento seguir assim , dessa maneira,porém até quando?É um desafio pra mim lutar por aquilo que é tão forte.Odeio sentir tudo isso as  vezes, pq ao mesmo tempo que é bom é ruim, não consigo definir...  é  uma dor? não, dor de cotovelo? tb não, um fora?? não.... e fico martelando o tempo , em busca de uma definição que me aquiete.Ah, pode ser alguma força espiritual maligna.... não, se não fosse Deus estaria pior, pq  cada dia ele me dá forças para lutar.Deus sabe o que faz, conhece todos os meus pensamentos , os teus e vai mostrar a resposta certa.


PS: Não editei o texto....

domingo, 23 de maio de 2010

Você só terá sucesso na vida

quando perdoar os erros
e as decepções do passado.


       Clarice Lispector

Quando vc me pede perdão, não percebe a  dificuldade que encontro em dizer sim.Na minha memória roda um filme com as boas e más recordações do nosso tempo vivido, tento me manter longe para encontrar forças e assim conseguir superar toda a dor deixada.Tenho medo , muito medo e me isolo , tento encontrar um refúgio que me permita esquecer todas as coisas ruins , os meus erros os teus, e encontrar respostas para todas as minhas indagações.Parece besteira, mas sonho com vc todas as noites, sinto a sua presença , uma energia tão forte que coincide com as vezes que vc me liga.Queria entender essa  ligação que tenho com vc, e essa força que surge quando estamos juntos, um simples olhar, o toque e a  necessidade de saber como o outro esta´.Tudo isso é estranho, é louco , indecifrável , mas seja lá o que for é o que acontece.Sei que você tem tentando encontrar uma outra pessoa, é natural , a natureza humana é assim, mas também sei da dificuldade que aparece assim como pra mim é.Não sei o que o futuro tem reservado , mas tenho a certeza que Deus tem o melhor e espero que vc realize teus objetivos e que nossos sonhos se realizem....


bjs e paz no teu coração

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Claude Monet – francês (1840-1926) foi o ‘chefe’ da escola impressionista. O impressionismo foi o natural desenvolvimento do Realismo. Nasceu, elaborou-se e definiu-se dentro do Realismo. Fazem parte desse movimento Claude Monet, Auguste Renoir, Coubert, Manet, Camille Pissarro, Alfred Sisley, Berthe Morisot e Edgarde Degas, Ernest-Lurent, Henri Martin, Le Sidaner, o alemão Fritz Von Uhde entre outros.

Foi um movimento em que jovens pintores se juntaram, criaram suas obras e resolveram fazer uma exposição: sofreram críticas e atos de indignação da maioria dos visitantes e da crítica, considerando-os falsos pintores. A exposição encerrou-se 1 mês depois. Eram chamados de ‘selvagens obstinados’ e que não queriam terminar seus quadros, por preguiça ou incapacidade.

Farsantes! Impressionistas! Gritavam muitos. A palavra Impressionista era gritada pejorativamente. Dois anos depois fizeram outra exposição e pregaram na porta da rua Lê Peletier, 11, uma tabuleta dizendo: ‘Exposição dos Pintores Impressionistas’. Deste modo sarcástico, nascia a nova pintura cujas características técnicas e expressivas se estenderiam a outras artes, inclusive à musica, com Claude Debussy.
Entre restrições e ironias, combatidos sobretudo pela Escola de Belas Artes e pelo Salão Oficial, aos poucos os Impressionistas foram sendo entendidos e compreendidos, quando, em 1886 o grupo se dispersou, cada um tomando seu rumo. A nova pintura tornou-se conhecida nos demais países europeus e suas obras admiradas e adquiridas por colecionadores nacionais e estrangeiros.

Os Impressionistas inovaram na técnica e na expressão da pintura. A realidade era vista de um modo original, diferente da pintura retratada até então.
Os Impressionistas se diferenciavam de outras Escolas, e diziam eles:

1 – Que a cor não era uma qualidade permanente na natureza; as tonalidades estão mudando constantemente, ao contrário, estão mudando incessantemente, com sutilezas impermeáveis ao olhar embotado ou desatento.

2 – A linha não existe na natureza. A linha é uma abstração criada pelo espírito do homem, para representar as imagens visuais.

3 – As sombras não são pretas nem escuras. São luminosas e coloridas. São cores e luzes de outras tonalidades.

4 – A aplicação dos reflexos luminosos ou do contraste das cores se influenciam reciprocamente. Essas influências obedecem ao que se chama ‘a lei das complementares’, percebida pela sensibilidade de muitos pintores e depois formulada em bases científicas.

5 – A dissociação das tonalidades ou a mistura ótica das cores.

Na ânsia de obter a limpidez e transparência das cores naturais, os impressionistas resolveram produzi-las na pintura como as produz a natureza. Quando queriam representar o verde, por exemplo, em lugar de darem uma pincelada de verde, já preparado na paleta com a mistura do amarelo e azul, ou do próprio tubo, davam duas pinceladas bem juntinhas, uma azul e outra amarela, a fim de que a mistura das duas cores, produzindo o verde, se fizesse no nosso cristalino, no mesmo processo da natureza. Essas pinceladas, miudinhas, eram usadas por quase todos os impressionistas e denominavam de ‘mistura ótica.

...duvidas do brilho das estrelas

ou até do perfume da flor
duvidas de toda a verdade
mas nunca do meu amor
por mais longe que o sol esteja,
sentimos o seu calor,
por mais difícil que seja nunca desistirei do seu amor

HAMLET
















Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: aqui... além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente...
Amar! Amar! E não amar ninguém!
Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!
Há uma primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!
E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...



Florbela Espanca

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Plante seu jardim



e decore sua alma,


ao invés de esperar


que alguém lhe traga flores.






E você aprende


que realmente pode suportar,


que realmente é forte,


e que pode ir muito mais longe


depois de pensar


que não pode mais.






E que realmente


a vida tem valor


e que você tem


valor diante da vida.










WILLIAM SHAKESPEARE















Tenho tanto sentimento







Que é frequente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isso é pensamento,
Que não senti afinal.
Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.
Qual porém é a verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira

Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.






Fernando Pessoa




















Passado, Presente, Futuro



Eu fui. Mas o que fui já me não lembra:


Mil camadas de pó disfarçam, véus,


Estes quarenta rostos desiguais.


Tão marcados de tempo e macaréus.






Eu sou. Mas o que sou tão pouco é:


Rã fugida do charco, que saltou,


E no salto que deu, quanto podia,


O ar dum outro mundo a rebentou.






Falta ver, se é que falta, o que serei:


Um rosto recomposto antes do fim,


Um canto de batráquio, mesmo rouco,


Uma vida que corra assim-assim.






José Saramago, in "Os Poemas Possíveis"










Como nuvens pelo céu



Como nuvens pelo céu

Passam os sonhos por mim.

Nenhum dos sonhos é meu

Embora eu os sonhe assim.



São coisas no alto que são

Enquanto a vista as conhece,

Depois são sombras que vão

Pelo campo que arrefece.



Símbolos? Sonhos? Quem torna

Meu coração ao que foi?

Que dor de mim me transtorna?

Que coisa inútil me dói?



Fernando Pessoa













É fácil trocar as palavras,



Difícil é interpretar os silêncios!


É fácil caminhar lado a lado,


Difícil é saber como se encontrar!


É fácil beijar o rosto,


Difícil é chegar ao coração!


É fácil apertar as mãos,


Difícil é reter o calor!


É fácil sentir o amor,


Difícil é conter sua torrente!






Como é por dentro outra pessoa?


Quem é que o saberá sonhar?


A alma de outrem é outro universo


Com que não há comunicação possível,


Com que não há verdadeiro entendimento.






Nada sabemos da alma


Senão da nossa;


As dos outros são olhares,


São gestos, são palavras,


Com a suposição


De qualquer semelhança no fundo."






Fernando Pessoa

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Depositei  meus sonhos em nossa história e nossas escolhas tomaram um novo rumo, em que não havia mais espaço as nossas juras, dificil encarar, principalmente quando a "descoberta " acontece assim, deiaxndo-me paralizada.Quantos verdades foram reveladas, quantas tentativas em reunir nossos sonhos e acreditar que ainda podemos construir nossa felicidade juntos.Há momentos que bate aquela saudade, aquele arrependimento pelos erros cometidos, sabe quando teu coração fica batendo ligeirinho, pois é sente-se uma vontade de reviver nosso passado que nos permitiu crescer em tanta coisa .É quando eu te vejo , quando vc me liga que esse aperto cresce mais ainda.Tento me manter distante de você, mas ainda consigo te ver ao meu redor nas lembranças que em mim ainda permanecem vivas.Como é dificil construir esse novo  caminho sem vc , conseguirei  eu amar  um  outro alguém?O tempo passa e me percebo mais áspera, seca sem aquele brilho que vc me ajudava a ter quando ficava bem juntinho de mim, dos teus abraços, dos teus beijos das nossas conversas, dos momentos em que no mundo so parecia existir eu e  vc, lembro-me também das nossas brigas e consequentemente da maneira mais suave que vc encontrava para aquietar esse meu coração e me fazer acreditar que o amor nos permite ser  bem melhores  do que podemos ser.Espero que vc seja feliz, que teus sonhos se realizem  assim como os meus e tenho fé que conseguirei amar e  revelar aquilo que de bom anda  guardado aqui dentro e que esse medo e  esse receio não  me impossibilitem  de ver  mais uma vez a face do amor!!! Espero mais uma vez ABRIR A JANELA E DEIXAR O SOL ENTRAR....

PS:não revisei o texto...

domingo, 16 de maio de 2010





Na batalha do ódio com o amor:


Vítima e cúmplice do criminoso,

Dou-me ao ladrão amado e amoroso.







William Shakespeare


PS:Perfeita...  mais  uma  vez  postada  aqui...

sábado, 15 de maio de 2010

Tá chegando a  hora...hehe
Onde o amor impera, não há desejo de poder; e onde o poder predomina, há falta de amor. Um é a sombra do outro.







Carl Jung
O  dia  foi   Hood!!!!  rs, tantos  encontros e  desencontros, acabou  que  não  assisti  ao  filme,  mas  enfim, valeu  essa  correria toda..rs, valeu  reencontrar  tantos amigos e  poder  matar  a  saudade, poder  contas  as novidades...pois  é, então  beeijoss
Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.



Chico Xavier


Ps:a intenção  não era  assistir  esse  filme,  porém foi  uma  das  melhores  escolhas..hhehehe...ops, se  alguém  tiver  o  texto  das  lágrimas,  por  favor  envie....ok!!

terça-feira, 11 de maio de 2010

Hello, outro dia, um  amigo meu  leu  esse  blog e me disse" Fernanda, tá  louca?!! expondo tua vida assim...." detalhe, as postagens são citações, poemas, textos de autores que me identifico, porém hj ao contrário dos demais dias , resolvi relatar nessas linhas, meu estado de espirito.... Multicolorido..hehe, os dias tornaram-se bons, as risadas, os filmes, as companhias, as loucas histórias, a timidez , a falta de timidez , a conversa simples....hoje o sol  brilha diferente, alegre, calmo, tranquilo.As noites seguras e profundas.O sorriso feliz!! é estou mais feliz, trilhando por sonhos escondidos.Espero seguir assim, com a segurança e a certeza de alcançá-los,peço todo dia  a Deus a superação dos meus obstáculos, com um pouco mais de paciência, que o espaço deixado pela mágoa de alguns sonhos, não me paralizen diante dessa vida.Tanta coisa para viver, tanta coisa para aprender, aprender  a perdoar, a ouvir um não, aprender que as pessoas  mudam e que nessa  dinâmica da vida eu tenho que seguir pelo desconhecido.... sei que Deus tá sempre do meu lado, me ajudando ser  melhor comigo e com os outros....paz a  todos!!!


PS: Pessoas não fiz a releitura,morro de  preguiça, tá  tarde, tô com sono .....
"A vida trará coisas boas se você tiver paciência."

Devemos aprender o significado da paciência em nossas vidas....
beeijoss

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Soneto 35 ~



Não chores mais o erro cometido;

Na fonte, há lodo; a rosa tem espinho;

O sol no eclipse é sol obscurecido;

Na flor também o inseto faz seu ninho;



Erram todos, eu mesmo errei já tanto,

Que te sobram razões de compensar

Com essas faltas minhas tudo quanto

Não terás tu somente a resgatar;



Os sentidos traíram-te, e meu senso

De parte adversa é mais teu defensor,

Se contra mim te excuso, e me convenço



Na batalha do ódio com o amor:

Vítima e cúmplice do criminoso,

Dou-me ao ladrão amado e amoroso.
 
 
William Shakespeare

A felicidade é um problema individual. Aqui, nenhum conselho é válido. Cada um deve procurar, por si, tornar-se feliz.

Sigmund Freud

domingo, 9 de maio de 2010

Serenata


"Permita que eu feche os meus olhos,
pois é muito longe e tão tarde!
Pensei que era apenas demora,
e cantando pus-me a esperar-te.
Permita que agora emudeça:
que me conforme em ser sozinha.
Há uma doce luz no silencio,e a dor é de origem divina.
Permita que eu volte o meu rosto para um céu maior que este mundo,
e aprenda a ser dócil no sonho como as estrelas no seu rumo"

Cecília Meireles
Os tempos vão
Foram-se os tempos e agora te calas
Tu já não falas se falo de amor
Se tens as malas prontas não finjas
Tudo acabou
(...)
Porquê já não sou mais teu bem-querer
Se o amor acaba a ninguém cabe a culpa
Se o amor acaba não cabe desculpa
Agora aperte as minhas mãos sim
Pra que reste um recordar sim
Amanhã
Sei que me amavas e agora é tão tarde
Sei que me amavas e agora é saudade
No nosso filme o fim será triste
Não quero ver óh não!
Sabes que é chegada a hora das dores
Dores de quando se acabam os amores
Agora aperte as minhas mãos sim
Pra que reste um recordar sim
Amanhã...
Não estarás...mais aqui....



PS:Lembra de quando eu te dei o cd com essa música???aquela"briga" na fila..rss... Hj eu quero que aperte apenas as minhas mãos...beijo no teu coração

Tô com saudade de você
Debaixo do meu cobertor
E te arrancar suspiros
Fazer amor
Tô com saudade de você
Na varanda em noite quente
E o arrepio frio
Que dá na gente
Truque do desejo
Guardo na boca
O gosto do beijo...

Eu sinto a falta de você
Me sinto só
E aí!
Será que você volta?
Tudo à minha volta
É triste
E aí!
O amor pode acontecer
De novo prá você
Palpite!...

Tô com saudade de você
Do nosso banho de chuva
Do calor na minha pele
Da língua tua
Tô com saudade de você
Censurando o meu vestido
As juras de amor
Ao pé do ouvido
Truque do desejo
Guardo na boca
O gosto do beijo...

Eu sinto a falta de você
Me sinto só
E aí!
Será que você volta?
Tudo à minha volta
É triste
E aí!
O amor pode acontecer
De novo prá você
Palpite!...

E aí!
Será que você volta?
Tudo à minha volta
É triste
E aí!
O amor pode acontecer
De novo prá você
Palpite!


PS:Ontem sem querer esse musica me fez pensar em vc.....em parte ela me faz lembrar .... espero que estejas bem.....
A Pessoa Errada
(Luis Fernando Veríssimo)

Pensando bem
Em tudo o que a gente vê, e vivencia
E ouve e pensa
Não existe uma pessoa certa pra gente
Existe uma pessoa
Que se você for parar pra pensar
É, na verdade, a pessoa errada.
Porque a pessoa certa
Faz tudo certinho
Chega na hora certa,
Fala as coisas certas,
Faz as coisas certas,
Mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.
Aí é a hora de procurar a pessoa errada.
A pessoa errada te faz perder a cabeça
Fazer loucuras
Perder a hora
Morrer de amor
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar
Que é pra na hora que vocês se encontrarem
A entrega ser muito mais verdadeira
A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa
Essa pessoa vai te fazer chorar
Mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas
Essa pessoa vai tirar seu sono
Mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível
Essa pessoa talvez te magoe
E depois te enche de mimos pedindo seu perdão
Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado
Mas vai estar 100% da vida dela esperando você
Vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo
Porque a vida não é certa
Nada aqui é certo
O que é certo mesmo, é que temos que viver
Cada momento
Cada segundo
Amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo,
querendo,conseguindo
E só assim
É possível chegar àquele momento do dia
Em que a gente diz: "Graças à Deus deu tudo certo"
Quando na verdade
Tudo o que ele quer
É que a gente encontre a pessoa errada
Pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente...

"Não temas desistir do bom para buscar o melhor."


PS: após várias releituras ..... depois de cometar sobre o signifcado desse texto com amigos, hj resolvi postá-lo......

Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo - quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo, não sei me entregar à desorientação.

Clarice Lispector

sábado, 8 de maio de 2010


"No fim destes dias encontrar você que me sorri, que me abre os braços, que me abençoa e passa a mão na minha cara marcada, na minha cabeça confusa, que me olha no olho e me permite mergulhar no fundo quente da curva do teu ombro. Mergulho no cheiro que não defino, você me embala dentro dos seus braços e você me beija e você me aperta e você me aquieta repetindo que está tudo bem, tudo, tudo bem."


sexta-feira, 7 de maio de 2010


Às vezes se eu me distraio

Se eu não me vigio um instante

Me transporto pra perto de você

Já vi que não posso ficar tão solta

Me vem logo aquele cheiro

Que passa de você pra mim

Num fluxo perfeito

Enquanto você conversa e me beija

Ao mesmo tempo eu vejo

As suas cores no seu olho, tão de perto

Me balanço devagar

Como quando você me embala

O ritmo rola fácil

Parece que foi ensaiado

E eu acho que eu gosto mesmo de você

Bem do jeito que você é

Eu vou equalizar você

Numa freqüência que só a gente sabe

Eu te transformei nessa canção

Pra poder te gravar em mim

Adoro essa sua cara de sono

E o timbre da sua voz

Que fica me dizendo coisas tão malucas

E que quase me mata de rir

Quando tenta me convencer

Que eu só fiquei aqui

Porque nós dois somos iguais

Até parece que você já tinha

O meu manual de instruções

Porque você decifra os meus sonhos

Porque você sabe o que eu gosto

E porque quando você me abraça

O mundo gira devagar

E o tempo é só meu

E ninguém registra a cena

De repente vira um filme

Todo em câmera lenta

E eu acho que eu gosto mesmo de você

Bem do jeito que você é

Eu vou equalizar você

Numa freqüência que só a gente sabe

Eu te transformei nessa canção

Pra poder te gravar em mim


EQUALIZE...



Tenho um apreço por essa música....;*

quinta-feira, 6 de maio de 2010


"Quando renunciamos aos nossos sonhos e encontramos a paz – disse ele depois de um tempo – temos um pequeno período de tranqüilidade. Mas os sonhos mortos começam a apodrecer dentro de nós, e infestar todo o ambiente em que vivemos. Começamos a nos tornar cruéis com aqueles que nos cercam, e finalmente passamos a dirigir esta crueldade contra nós mesmos. Surgem as doenças e as psicoses. O que queríamos evitar no combate – a decepção e a derrota – passa a ser o único legado de nossa covardia. E um belo dia, os sonhos mortos e apodrecidos tornam o ar difícil de respirar e passamos a desejar a morte, a morte que nos livrasse de nossas certezas, de nossas ocupações, e daquela terrível paz das tardes de domingo.


(...)


A única maneira de salvarmos nossos sonhos, é sendo generosos conosco mesmos. Qualquer tentativa de autopunição – por mais sutil que seja, deve ser tratada com rigor. Para saber quando estamos sendo cruéis conosco mesmos, temos que transformar em dor física qualquer tentativa de dor espiritual: como culpa, remorso, indecisão, covardia. Transformando uma dor espiritual em dor física, saberemos o mal que ela pode nos causar.



DIÁRIO DE UM MAGO- PAULO COELHO


Se pudesse voltar no tempo....

"Me faz sorrir, me faz sentir, me faz chorar, me faz viver..."
Me faz Viver - General Tequila